Saiba como o consumo de produtos orgânicos ajuda a proteger o meio ambiente e evitar novas epidemias

Saiba como o consumo de produtos orgânicos ajuda a proteger o meio ambiente e evitar novas epidemias

Em tempos de pandemia global do Coronavírus, entender melhor como as doenças surgem tornou-se imperativo para evitar novas epidemias. Uma prevenção sanitária que possui relação direta com o consumo de produtos orgânicos e meio ambiente preservado.

A própria Covid-19, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), passou a infectar seres humanos após a ingestão de animais silvestres caçados e comercializados sem fiscalização ambiental. A China, certamente, não é o único local onde isso ocorre.

Sem um rígido controle sanitário sobre os produtos de origem animal, é bem possível que novas doenças surjam a partir da interação entre humanos e animais silvestres. A caça não-controlada, no entanto, não é o único tipo de degradação ambiental que promove o surgimento de doenças.

Más condições sanitárias, poluição do ar e dos lençóis freáticos, escassez de água e degradação de florestas são apenas algumas das ameaças ambientais que devem nos assombrar ao longo deste século. Todas estão associadas ao surgimento de doenças e ao comprometimento da saúde humana.

Este quadro de degradação ambiental, no entanto, ainda pode ser alterado. A tragédia do Coronavírus também teve como consequência um grande aumento na conscientização a respeito da necessidade de manter hábitos saudáveis e de preservar a natureza.

E é aí que a ligação entre produtos orgânicos e meio ambiente se estreita.


Orgânicos para evitar a próxima epidemia

Parece bem lógico – e é – quando paramos para analisar: preservar o meio ambiente é preservar a nossa própria saúde. Precisamos, por exemplo, de esgoto bem tratado e de água limpa para não sermos contaminados por bactérias ou pelo mosquito da dengue.

Não para por aí. O ar poluído prejudica pulmões, coração e até a saúde de fetos ainda não nascidos, além de causar milhares de mortes prematuras todos os anos. Lençóis freáticos contaminados por lixo, cemitérios, rejeitos industriais, agrotóxicos e fertilizantes prejudicam a saúde de populações inteiras.

A popularização dos produtos orgânicos pode ser a resposta de que precisamos. Eles beneficiam não só o indivíduo que os consome como também o próprio meio ambiente e, por consequência, outras pessoas da sociedade e mesmo o planeta como um todo.

A população brasileira parece estar atenta a tal constatação. Segundo dados do Conselho Brasileiro da Produção Orgânica e Sustentável (Organis), o setor cresce aproximadamente 20% ao ano e já movimenta cerca de R$4 bilhões no país.

O principal ponto dos alimentos orgânicos é a ausência total de produtos químicos na produção. Sem agrotóxicos e outros elementos nocivos, os produtos orgânicos não agridem animais, insetos, rios, lagos e outras plantas.

Ao protegerem o solo, a água e a saúde de animais e humanos, os produtos orgânicos contribuem para manter o equilíbrio ambiental e evitar o surgimento de doenças. A relação entre produtos orgânicos e meio ambiente, porém, não termina por aí.



Benefícios à saúde

Assim como a preservação do meio ambiente favorece a saúde humana, o consumo de produtos orgânicos contribui muito para uma vida saudável. Para começar, o consumidor e o produtor se vêem livres de agrotóxicos e pesticidas que oferecem graves malefícios à saúde.

Sem o tradicional banho de toxinas, a qualidade integral e as propriedades naturais do alimento se mantêm preservadas. Os produtos orgânicos trazem mais defesas naturais como o licopeno e o caroteno, que ajudam a prevenir o câncer e a diminuir o risco de infarto.

De quebra, os produtos orgânicos ainda ajudam a preservar a fertilidade do solo, a pureza das águas e o bem-estar dos animais. Tudo isso também acaba retornando para nós em forma de saúde, criando um círculo vicioso do bem que favorece tanto a natureza quanto os seres humanos.



Certificar para reconhecer

Reconhecer e dar visibilidade aos produtores que escolhem respeitar a natureza e se comprometem a criar produtos orgânicos com práticas sustentáveis é a razão do certificado Ecocert existir.

Fundada na França há 30 anos e líder global do segmento, o certificado Ecocert tem a confiança de profissionais e consumidores de todo o planeta. Tanto que, ao obter o selo de certificação sustentável da Ecocert, o produto e a marca responsável conquistam vantagens como:

– Diferenciação de marca;
– Consumidores mais identificados;
– Economia na produção;
– Facilidade para obter crédito;
– Credibilidade do mercado.

→ Conheça agora mesmo a lista de produtos certificados pela Ecocert!

Publicado em
Categorias:
Orgânicos
Nenhum comentário

Comentar

um × 4 =

Top