O que é e como conseguir o selo Rainforest Alliance Certified

O que é e como conseguir o selo Rainforest Alliance Certified

Cresce interesse pela obtenção do selo Rainforest Alliance Certified para agricultura sustentável. Conheça os quatro princípios que garantem a certificação e saiba como obtê-la

O interesse por certificar produtos agrícolas e pecuários de acordo com normas para a agricultura sustentável ou para as demais atividades produtivas cresce à medida que ganha notoriedade a busca pela sustentabilidade. O consumidor está mais exigente quanto ao equilíbrio entre os recursos naturais disponíveis, a dignidade humana e a exploração desses ativos. Não à toa, o Brasil é um dos principais mercados em Rainforest Alliance Certified no mundo, um selo de certificação verde que valida produções agrícolas, florestais ou turísticas que atendem os padrões de excelência em sustentabilidade ambiental, social e econômica.

No país, projeta-se crescer entre 5% e 15% ao ano o número de empreendimentos com este certificado. O valor é significativo, mas poderia ser até maior se mais produtores entendessem o que representa e quais os benefícios de uma certificação global. Para os consumidores, é a certeza de um produto com matéria-prima reconhecida, enquanto em alguns mercados o selo é obrigatório e empresas como MCDonalds e Starbucks, por exemplo, compram apenas cafés chancelados pelo Rainforest Alliance.

O café é justamente uma das principais culturas brasileiras com produtores que detêm o reconhecimento sustentável Rainforest Alliance. São contempladas com o selo, em maior grau, plantações de café, em Minas Gerais e São Paulo (108,7 mil hectares de área plantada – ha); frutas, no Vale do São Francisco (87,8 mil ha); e citrus, em São Paulo (23,6 mil ha).

No entanto, é preciso observar que, de acordo com a Norma RAS para Agricultura Sustentável (2017), “a certificação é aplicada aos sistemas de produção agrícola e pecuária em todo mundo. Ou seja, abrange todos os produtos agrícolas e pecuários de toda a área dentro dos limites da fazenda, principalmente os que são comercializados ou pretendem ser comercializados com as declarações da Rainforest Alliance Certified”. A questão, na prática, está mais voltada para respeitar os quatro princípios da norma para obter o selo. São eles:

1º princípio – Sistema eficaz de planejamento e gestão

Este princípio inclui uma seção de requisitos específicos e promove a área de impacto “Produtividade e rentabilidade da fazenda” e também dá apoio a outras áreas de impacto (conservação da biodiversidade, conservação dos recursos naturais e melhoramento dos meios de vida e bem-estar humano)

2º princípio – Conservação da biodiversidade

Através da implementação dos critérios deste princípio, as fazendas protegem os ecossistemas naturais dentro de sua propriedade e não contribuem para o desmatamento. Além disso, diversas coberturas de sombra de espécies nativas para cultivos tolerantes à sombra (como café e cacau) ajudam a conservar a biodiversidade e aumentam a resiliência da fazenda.

3º princípio – Conservação dos recursos naturais

A cuidadosa conservação dos recursos naturais é a base fundamental para a agricultura sustentável. Minimizar a poluição ambiental beneficia pessoas, polinizadores, animais e muito mais. Este princípio visa garantir a saúde do solo e da água, assim como reduzir o uso de agroquímicos e combustíveis fósseis.

4º princípio – Melhores meios de vida e bem-estar humano

Todos os seres humanos têm igual valor e devem ser bem tratados. Seguindo os critérios deste princípio, a Norma RAS pretende proteger os direitos humanos e trabalhistas para os trabalhadores e suas famílias.

Como obter o Rainforest Alliance Certified

Se você chegou até aqui, certamente percebeu a importância da certificação para os mais diversos cultivos. A ferramenta auxilia diretamente as empresas dos segmentos de alimentação e bebidas, além de produtores rurais, a promoverem práticas sustentáveis ao longo de toda a cadeia de valor, respeitando requisitos sociais e ambientais. A obtenção do selo Rainforest Alliance trata-se de uma conquista e o valor agregado a partir dela é percebido pelo produtor no momento de comercializar o produto, incluindo acesso aos principais mercados e cadeias produtivas do mundo.

É possível pleitear o certificado por meio de processo de auditoria realizado por uma Entidade Certificadora treinada e credenciada pelo Rainforest Alliance. A Ecocert, líder mundial em certificação de produtos orgânicos e sustentáveis, oferece globalmente (inclusive no Brasil) a certificação Rainforest Alliance para seus clientes, desde a elaboração de proposta de certificação até a auditoria e emissão do certificado.

Quer saber mais sobre o tema? Veja o vídeo que a Rainforest Alliance Certified preparou:

Publicado em
Categorias:
Certificações
Nenhum comentário

Comentar

Top